Notícia Sábado, 28 de Abril de 2018
 
 
 
SESSÃO SOLENE COMEMORATIVA DO GPL

Abrindo a Sessão, a prof. Maura Soares cumprimentou a todos e registrou as presenças dos representantes de Associações e Academias: Susana Zilli de Mello, pela ACPCC (Associação dos Cronistas,Poetas e Contistas Catarinenses e ACALLE (Academia Alcantarense de Letras); Osmarina Maria de Souza, presidente da Academia de Canto e Letras do CENET/UFSC; Kátia Rebello, da Academia São José de Letras (ASAJOL); Deyse de Abreu Teodoro, da Academia Catarinense de Letras e Artes (ACLA); Roberto Rodrigues de Menezes, presidente da Academia de Letras dos Militares Estaduais (ALMESC); Sonia Ripoll, presidente da Academia de Letras de Palhoça (ALP); Maria da Graça Fornari, vice-presidente da Academia de Letras do Brasil, seccional de Florianópolis; Augusto de Abreu, da ACPCC (citada); Vera de Barcellos, acadêmica e Embaixadora da Paz, da Divine Academie Française des Arts et Culture (França); Nelcy Mendes, sócia administradora Editora Papa-Livro; Oswaldo Gavina, da ALIFLOR (Associação Florianopolitana de Letras); Flavinha da Silva, 1ª tesoureira da ALIFLOR (citada); Antônio Rodrigues,presidente da ALB, seccional de São José; Neusita Luz de Azevedo Churkin, da Academia de Letras de Biguaçu e da Academia de Letras de Governador Celso Ramos; Vera Portella, da ALB\SC, Seccional de São José; Antônio Cunha, presidente da ACLA (citada) e Odair Ribeiro, presidente da Academia de Letras de Imbituba.
Para registro, compareceram os membros do Grupo de Poetas Livres:Eloah Westphalen, Maura Soares, Heralda Victor, Doralice Rosa de Souza silva, Zeula Soares, Maria da Anunciação Pereira, Neusita Luz de Azevedo Churkin, Zeli Maria Dorcina, Cleusa Odete Pereira, Márcia Reis Bittencourt, Olga Postal, Maria da Anunciação Pereira, Eunice Leite da Silva Tavares, Vera Regina da Silva de Barcellos, Stela Máris Alves, Mirela Albertina Corrêa, Lothar Carlos Hoch, Elle Sabine Hoch, Roberto Rodrigues de Menezes, Adriana Cruz (fundadora), Maria Vilma Campos – Presidente Perpétuo - , Flávio Orsi de Camargo, Carlos Piccoli, Hiamir Polli (fundadora).
Por motivo de força maior, não puderam estar presentes: Áurea de Mello Baldissera, Dirce Dias, o Presidente de Honra, Manoel Philippi, e o ex-membro e antigo colaborador Edmar Almeida Bernardes, que justificaram suas ausências.



Fala de abertura do Cerimonial, pela Prof. Maura Soares:
Todas as instituições desde as sociedades primitivas, são formadas por pessoas, sejam quais forem suas atividades.
Assim também foi e é o grupo de poetas livres.
Nos idos 1997, a professora doutora Maria Vilma Nascimento Campos, formatou a ideia de criar um grupo de poetas sem as amarras convencionais, ou seja, sem estatuto, sem regulamentos, que congregasse jovens, adultos e idosos com o único propósito do fazer poético.
Mas as coisas numa sociedade burocrática não poderiam ser assim, embora em essência, as pessoas se reúnam para trocar seus sentimentos em forma de poesia ou prosa.
Assim, o grupo estruturou-se: criou ficha cadastral; estabeleceu seu estatuto com o devido registro; possui regulamento; livro para registros e atas; livro para registro de eventos, concursos e premiações; criou sua bandeira; sua logomarca; possui Oração do Poeta; Hino dos Poetas Livres, e Canção aos Poetas.
Criou Troféu e Medalha; publica livros e a Revista Ventos do Sul que viaja on-line e também impressa, para muitos lugares.
Desenvolveu ao longo dos seus 20 anos, muitos projetos.
Seu início, no entanto, aconteceu como Maria Vilma previra: congregou crianças (meninos e meninas) com idades rentre 10 a 15 anos, que compareciam às suas reuniões, a princípio em horário noturno acompanhados de adultos, sejam pais, mães ou responsáveis.
As crianças cresceram, estudaram, casaram e muitas tiveram filhos. Quase todas eram alunas do Colégio Nossa Senhora de Fátima, o primeiro parceiro do grupo.
Depois viria o Colégio Almirante Carvalhal e, promovendo concursos de poesia em parceria, o Colégio Lauro Müller, de Florianópolis, e o Tânia Mara, de Biguaçu, além do Colégio Energia de Florianópolis, de cunho particular.
O Colégio Olivia Bastos, de Canelinha, também fez parcerias em concursos.
Tivemos também a Rádio Atlântida FM; a Padaria Big Pan, do Kobrasol e a Padaria Vó Zulma, do Bairro Abraão.
Na nossa divagação, transportemo-nos ao final do ano de 1997, precisamente 19 de dezembro quando, na residência de Maria Vilma reuniram-se com ela sua filha Kátia Rosana Campos e a filha de Kátia, Silvia Cristina Campos Sato, além das amigas Adriana Cruz e Hiamir Polli.
Estas cinco pessoas formataram o Grupo de Poetas Livres e agendaram o dia 13 de abril de 1998 para a cerimônia de fundação tendo por local este auditório que possuía um palco reduzido e um número pequeno de poltronas.
Na nossa gestão, em 2002, o governo municipal ampliou o palco e o número de poltronas foi aumentado para 110 lugares. Um piano foi adquirido; igualmente um aparelho de vídeo para o projeto de cinema para pessoas da comunidade do continente.
O grupo, na sessão de fundação, contou com a presença de membros do grupo coral “Edmundo Machado de Oliveira”, de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores, Portugal, universalmente reconhecido pela UNICEF.
Esses membros assinaram a ata juntamente com a historiadora Vilca Marlene Merízio que os trouxe para conhecer Maria Vlma e foram considerados fundadores.
O grupo já iniciou com tentáculos fora do brasil.
Daqueles primeiros nomes, o grupo ao longo dos 20 anos congregou, até a presente data, 361 poetas, muitos dos quais com passagens rápidas em reuniões.
Os jovens poetas que se filiaram em abril de 1998 com idade entre 10 e 15 anos, Ana Paula Nienkoetter; Thamara Galini; Luciane Deschamps; Thays Pires dos Santos; Istefânia Gomes Ferreira; Marcela Roesner;
Gabriela Deschamps; Ana Maria Salles; Cecilia Nascimento e Jonathan Speck Thiesen Jacques.
Mais tarde outros jovens viriam: Mateus Mira Bittencourt e Alan Rutkowski Bernardes.
A partir de 1998, o grupo começou a incorporar poetas que estão até a data de hoje nos quadros do grupo.
Considerados sócios fundadores, os primeiros poetas a assinarem a ficha de inscrição em 1997: Adriana Cruz; Hiamir Polli; Maria Vilma; Katia Rosana Campos e Silvia Cristina Campos Sato.
Assinaram em 1998, e que permanecem no grupo até a presente data: José Cacildo Silva (licenciado); Zeula Soares; Zeli Maria Dorcina e Maura Soares.
Foram fiéis até seus falecimentos: Franciane Maciel Dutra, ainda jovem, em 2013; Alzemiro Lidio Vieira, em 2013; Maurilia Freitas, em 2015; Nelson Carneiro (correspondente em São José do Rio Preto,SP em 2017); Adelicio Manoel Campos, ou Licinho Campos, em 2011; Manoel Jover Teles, em 2007; Hermelinda Izabel Merize, em 2008; Júlio Dias de Queiroz, em 2016; Aureo Corrêa de Souza (correspondente em Bauru, São Paulo, em 2010); Ubirajara de Magalhães Barbalho (correspondente de Governador Valadares, Minas Gerais, em 2009); Antônia Maria Gama
(em 2017).

Agradecimento:
Edmar Almeida Bernardes, que muito contribuiu com o GPL, formatando seu site e feito vários ensaios fotográficos e vídeos. Afastou-se para cumprir a meta de sua profissão de jornalista, mas é chegado ao Grupo desde então.
Impraticável, nesta noite citarmos os nomes dos 361 poetas que estiveram em suas reuniões ao longo desses anos.
Temos associados correspondentes em Portugal, a saber:
António José Barradas Barroso, em Parede; José Vaz, em Leiria;
Daniel Cordeiro Costa, em Lisboa; Adélio Amaro,em Lleiria.
Na Argentina: Donato Ramos que ostenta a camiseta do Grupo nas tertúlias que promove no Café Tortoni; e Rolando Revagliatti.
Em Madri, Espanha: Manuel Gonzalez Alvarez, que comanda o Grupo Ritus Senior. Em Xanxerê, Santa Catarina: Marinês Potóskêi.
Em Poço Claro, Itaiópolis, SC: Janete Veiga; em João Pessoa, Paraíba: Severina Cabral de Mello; em Brasília: José Peixoto Júnior, que já foi presidente da ANE - Associação Nacional de Escritores, Brasília,DF;
em Mato Grosso do Sul: Henrique Duarte; em Belo Horizonte, Minas Gerais: Arnaldo Golino; em Vacaria, Rio Grande do Sul, Flávio Orsi de Camargo, que está presente a esta sessão.

O GPL é feito de pessoas e as mais de 300 que passaram pelo Grupo fizeram parte dos inúmeros projetos, a começar pela Revista Ventos do Sul, criada por Maria Vilma cujo primeiro número saiu um mês após a fundação e neste primeiro semestre de 2018, sairá o numero 50, edição dos 20 anos.
Hoje é o dia do reconhecimento, da união de esforços, ideias e ideais, lutas e júbilos passados pelo grupo nos seus 20 anos.
Todas as revistas falam dos projetos e todas as 12 antologias – que se conta com duas mini antologias e uma de prosa - apresentam um pouco da história de cada poeta com sua produção e que emprestou sua arte para o engrandecimento do Grupo de Poetas Livres.

Destaco:
Hiamir Polli idealizou a logomarca; José Cacildo Silva é autor do Hino dos Poetas Livres, do Troféu Garapuvu, da Bandeira, do Púlpito, da Medalha do Poeta Maria Vilma Campos; e do livro único em madeira, com textos de seus integrantes em encadernação dentro da escultura, obra única com depoimentos dos membros e editada em 2009;
Zeula Soares, autora da Oração do Poeta; Adair Lima, música
e Áurea de Mello Baldissera, letra da Canção aos Poetas.


Presidentes nesses 20 anos:
Maria Vilma Nascimento Campos, de 1998 a 2000; Maura Soares, de 2000 a 2014; Eloah Westphalen Naschenweng, de 2014 a 2018 e Heralda Victor que assume de 2018 a 2020.

Os projetos do grupo:
Viajando com Poesia – adesivos nos ônibus; Doce Poema- poesias em sacos para pães; Revista Ventos do Sul; Antologias; concursos de poesia em colégios e On-line; e com o titulo de “Liberte-se... Nas asas da Poesia, concursos direcionados aos presidiários de Tijucas e Penitenciária do Estado, em Florianópolis.

Projetos internos:
Poemas curtos; Poemas a várias mãos; O escritor e sua obra;
Construindo versos e pensamentos; Apresentação teatral; Encontros com a Poesia em parceria com o Grupo Armação; Sessões especiais de centenário; de saudade e homenagens; Feiras de livros; Recitais de poesia; Promoção de eventos literários; Oficinas de poesia; Portarias e símbolos; Posse em academias e instituições; Troféus, condecorações e diplomas; Lançamentos de livros de seus membros; Diplomação a sócios beneméritos; Diplomação de Honra ao Mérito; Medalha do Poeta Maria Vilma Campos; Troféu Garapuvu para concursos; Diploma de Amigo da Cultura.

Até aqui, a síntese das atividades do grupo nesses 20 anos.

***
Passo a palavra para Eloah Westphalen Naschenweng, em sua despedida da presidência e fazendo um relato sobre sua gestão.

Boa Noite a todos.

Agradeço a presença dos representantes das instituições literárias, dos amigos, amigas, dos membros do GPL e familiares, que aqui vieram para compartilhar este momento festivo, em que comemoramos os 20 anos de fundação do Grupo de Poetas Livres.

Foram anos de dedicação a Literatura, apostando nos valores poéticos de seus associados, difundindo a sua poesia e transformando -se numa vitrine de boas produções.

O GPL chega a significativa marca de duas décadas de estreito convívio com a palavra, e com o compromisso de aproximar poetas, ou futuros poetas em um projeto único, mas livre de amarras e de expressão, porque a palavra é dinâmica, atemporal e indelével.

Parabenizo as fundadoras do Grupo e todos e todas que por ele passaram e foram semeando um legado de emoção, beleza, amizade, partilha coletiva e pessoal pautado, pelo dom que a vida os agraciou.

Chego hoje ao quarto ano de minha gestão com a certeza de que dentro das possibilidades, como Grupo, pude desempenhar com zelo minha função.

Sei que nada vem por acaso e também nada se constrói sozinho. Nestes 4 anos contei com ajuda da diretoria e dos membros abnegados do Grupo.

Foram meses de encontros semanais, gratificantes, com muito papo, confraternização, aprendizado, projetos realizados, apresentações, partilha de sentimento através das nossas rodada de poesia, publicações na Revista Ventos do Sul, Concursos e as duas Antologias que tive a oportunidade de organizar, ajudando desta forma, a compor parte da história do GPL.

Ciente de que as alternâncias de cargos têm por objetivo injetar novas ideias, criar novos projetos para que a instituição cresça e prospere cada vez mais, deixo a presidência com a firme convicção que estou entregando em boas e competentes mãos. A Heralda Victor e a nova diretoria desejo sucesso, na sempre nova caminhada.
Persistir é preciso, sempre.

Ao Grupo externo minha gratidão pela generosa oportunidade e confiança.
Continuarei a colaborar, como sempre, com a minha poética firmando meu compromisso de depositar no GPL todo o meu aprendizado e disponibilidade.

Finalizando gostaria de mencionar um trecho de um texto de Mário Quintana que assim diz:

“Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês. Quando fechas o livro, eles alçam voo como de um alçapão. Eles não têm pouso nem porto; alimentam-se um instante em cada par de mãos e partem. E olhas, então, essas tuas mãos vazias no maravilhoso espanto...

Obrigada!

Premiações – troféus e medalhas
O Grupo de Poetas Livres instituiu este ano um troféu comemorativo aos seus 20 anos de ininterruptas atividades:

Um breve relato sobre aquela que iniciou tudo isto:

Maria Vilma Nascimento Campos
Nasceu em Brusque, SC, em 17 de agosto de 1934. Professora, advogada formada pela Faculdade de Direito, na UFSC; aposentada pela Secretaria da Educação; iniciou Letras, na UFSC, Português e Inglês, indo até à 4ª. Fase.
Por muitos anos participou do Coral da UFSC e do Coral do SESC.
Atuou como Supervisora de Área, no MOBRAL, supervisionando as cidades de Taió, Salete, Rio do Campo e Pouso Redondo.
Possui vários cursos de extensão universitária, pela Secretaria da Educação e UFSC.
Formada no Curso de Monitor para a 3ª.idade, pelo NETI-UFSC.
Participa em várias antologias e coletâneas com seus poemas e reflexões.
Autora de Mulher; Devaneios, este livro aprovado pelo Conselho Estadual de Cultura,em 1983, e passou a constar na coleção Novos Autores Catarinenses.
Sócia fundadora da UBE\SC – União Brasileira de Escritores, seção Santa Catarina.

Maura lê um poema de Maria Vilma:

Ah!se eu pudesse

Dar vazão às fantasias!
Ver o espírito desprender-se... Pra se juntar aos ventos...
Ao canto dos rouxinóis...
Ao murmúrio do mar...
Ao rumorejo das fontes...
Às cantigas de roda...
Na roda da garotada!
Ah! Se eu pudesse!!!

Deixar-me cativar!
Enredá-lo num abraço...
Quando voltasse à noite...
Trazendo no corpo o cansaço!
Ah!se eu pudesse!!!

Me fazer infantil!
E, num gesto pueril,
Me abandonar por inteiro...
Numa entrega total!
Ah!se eu pudesse!!!

Depois...
Ah!depois...
Adormecer com teu braço
No meu corpo feito laço!
Ah!se eu pudesse!!!

Maria Vilma Nascimento Campos
Fundadora do GPL
[in: Meu Entardecer — Um punhado de poemas, pag.6]

EM SEGUIDA, O CERIMONIAL CHAMA ELOAH WESTPHALEN NASCHENWENG PARA FAZER ENTREGA DO TROFÉU “GRUPO DE POETAS LIVRES – 20 ANOS”, ACOMPANHADO DO CERTIFICADO DE REGISTRO, para:


1-Maria Vilma Nascimento Campos
2-Adriana Cruz
3-Hiamir Polli
4-Zeli Maria Dorcina
5-Doralice Rosa de Souza Silva
6-Maria da Anunciação Pereira
7-Carlos Piccoli
8-Eunice Leite da Silva Tavares
9-Biblioteca Pública Municipal Prof. Francisco Barreiros Filho
10-Zeula Soares

RECEBEM O TROFÉU, AS EX-PRESIDENTES E A PRESIDENTE ATUAL. ZELI MARIA DORCINA FEZ A ENTREGA.

11-Maura Soares
12-Eloah Westphalen Naschenweng
13-Heralda Victor

HERALDA VICTOR FEZ ENTREGA DA MEDALHA DO POETA “MARIA CAMPOS”, com certificado, para:


1-Márcia Reis Bittencourt (Márcia levou a medalha para seu filho, Manoel Mário)
2-Manoel Mario Reis Bittencourt
3-Cleusa Odete Pereira
4-Ivone Lidia Rodrigues (recebida pelo sobrinho Alcides Rodrigues Calazans)
5-Vera Regina da Silva de Barcellos
6-Lothar Carlos Hoch
7-Roberto Rodrigues de Menezes

Registre-se as ausências de Edmar Almeida Bernardes; Valter Osvaldo Sant´Ana; Norberto Nazareno Barreiros Fortes (Naza) e Maria do Carmo Antunes.


Os sócios Correspondentes receberão suas medalhas pelo correio:
1-Henrique Duarte
2-Donato Perrone
3-Marinês Potóskei
4-Janete Veiga
5-António José Barradas Barroso
6-José Peixoto Júnior
7-Severina Cabral de Mello
8-Adélio Amaro

EUNICE LEITE DA SILVA TAVARES FAZ ENTREGA DOS DIPLOMAS DE HONRA AO MÉRITO:

1-Mirela Albertina Corrêa – sócia n. 085
2-Olga Postal - sócia n. 340
3-Maristela Giassi
6-Stela Máris Alves – sócia n.333
7-Sueli Rodrigues Bittencourt – sócia n.164
8-Neusita Luz de Azevedo Churkin – sócia n. 114

Dirce Dias, sócia n.342 e Áurea de Mello Baldissera, sócia n. 335, justificaram suas ausências.

ZELI MARIA DORCINA FEZ ENTREGA DO DIPLOMA “AMIGO DA CULTURA”, para:

1-Nelcy Coutinho Mendes
2-Osmarina Maria de Souza
3-Susana Zilli de Mello
4-Elle Sabine Hoch
5-Vilca Marlene Merízio (por motivo de viagem, Heralda recebeu em seu lugar)

O Presidente de Honra, Manoel Philippi, justificou sua ausência.

Em seguida procederemos a POSSE DA DIRETORIA que regerá os destinos do GPL de 2018 a 2020, com os seguintes cargos:
Presidente – HERALDA VICTOR
Vice-presidente – LOTHAR CARLOS HOCH
1º secretário – MAURA SOARES
2º secretário – OLGA POSTAL
1º tesoureiro – EUNICE LEITE DA SILVA TAVARES
2º tesoureiro – ZELI MARIA DORCINA
Diretor cultural – CLEUSA ODETE PEREIRA
Responsável pelo site – ELOAH WESTPHALEN NASCHENWENG
Presidente perpétuo – MARIA VILMA NASCIMENTO CAMPOS
Presidente de honra – MANOEL PHILIPPI

Após a assinatura no livro de atas, a nova diretoria foi aplaudida.

Pronunciamento da Presidente eleita, HERALDA VICTOR:

“Boa noite!
Saudando a todos, agradeço a honrosa presença dos Confrades Literatos, Amigos e Familiares que nos prestigiam neste solene Ato de Festa da Fundação do Grupo de Poetas Livres, onde também acontece a Posse de sua Nova Diretoria.
Prezados! Pela segunda vez retorno à Presidência do Grupo de Poetas Livres, onde a primeira ocorreu interinamente e desta feita pelos trâmites do processo de eleição, ao que agradeço pelo voto de confiabilidade dos meus pares acadêmicos.
Diante deste novo e grande desafio espero atender aos anseios do Grupo desenvolvendo seus projetos e para tanto, conto com a participação efetiva de todos, especialmente de cada Diretor na função de seu cargo. Penso que comungando dos mesmos objetivos, haveremos de nortear os rumos do GPL e honrar sua história que hoje completa Vinte Anos de Fundação.
Valho-me da oportunidade, para reverenciar sua idealizadora Maria Vilma Campos – que nos é tão cara e na sua pessoa, recordar cada poeta que passou pelo Grupo e precisou nos deixar, quer para atender aos compromissos da vida ou para contemplar a face de Deus.
Iguais considerações sejam destinadas às Presidentes antecessoras – Maura Soares e Eloah Westphalen Naschenweng – às quais estendo efusivos votos de reconhecimento e apreço.
Prezada Nova Diretoria do Grupo de Poetas Livres!
Agora fazemos parte de uma equipe e cumpre-nos, a partir desta data dar início ao trabalho que nos foi confiado. Coloquemo-nos pois, a serviço da Bandeira do GPL que desfralda há vinte anos pelos caminhos da Literatura “Difundindo a Poesia e Fazendo Amigos”.
Assim sendo, que o Ato Primeiro desta Nova Diretoria seja de agradecimento e que todos os demais Atos estejam abençoados pelo
Muito obrigada!
Heralda Victor – Presidente”

Fechando as comemorações, os membros do GPL apresentaram seus poemas.

RODA DE POESIA:
Chamo ao palco para apresentar seu poema:
1 – Vera Regina da Silva de Barcellos, que antes de sua poesia, fez entrega de Cds de sua autoria em homenagem ao Grupo de Poetas Livres.
2 – Hiamir Polli
3 - Eunice Leite da Silva Tavares
4 – Zeli Maria Dorcina
5 – Olga Postal
6 – Lothar Carlos Hoch
7 – Doralice Rosa de Souza Silva
8 – Maria da Anunciação Pereira
9 – Eloah Westphalen Naschenweng
10 – Carlos Piccoli
11 – Zeula Soares
12 – Heralda Victor

Inscrita anteriormente para a Roda de Poesia, Dirce Dias justificou sua ausência.

Ao encerrar a Roda de Poesia, a presidente Heralda Victor agradeceu a atenção e convidou a todos para o coquetel de congraçamento.

Prof. Maura Soares, 1º secretário e responsável pelo Cerimonial.
Florianópolis, 26 de abril de 2018.

 
<< Anterior    Próxima >>
 
Voltar