Ildefonso Juvenal

 
 
Catarinense nascido em Florianópolis. Foi aprendiz marinheiro, quando começou a colaborar em um pequeno jornal escolar “O Marujo”, criado pelos 1os.Tenentes Apio Couto e Lucas Alexandre Boiteux. Tendo tido baixa assentou praça na Polícia Militar do Estado, aonde chegou a Sargento. Tirando o curso de Farmácia, foi aproveitado na mesma corporação como Farmacêutico e, com o posto de Alferes, por nomeação alcançada pelo Dr. José Arthur Boiteux, então Secretário do Interior e Justiça do governo do Estado. Cultivando a literatura publicou na imprensa e em livros vários trabalhos, como: Televos,prosa,1919,Livraria Cysne, Fpolis; Contos singelos, 1914; Páginas simples, 1916, Tipografia do Povo, Fpolis; Paraná-Santa Catarina – Questão de Limites, 1916, Fpolis; Painéis, prosa, verso e teatro.1915, Fpolis, Oficina Gráfica Fênix; Natal de Jesus, poesia, 1920.

[Subsídios para a Enciclopédia Catarinense. Lucas Alexandre Boiteux, 1915-1936]

Poemas & Poesias

Voltar