Augusto Barbosa Coura Neto

 
 
Nasceu em Ponte Nova, MG. Engenheiro Florestal pela UFSM-RS e pós-graduado em nível de especialização pela UFSC. Trabalha em pesquisas no IBGE. Membro de diversas Academias no Brasil e do International Writers and Artists Association(IWA), Ohio,USA. Membro da Academia São José de Letras, cadeira 26, cujo patrono é Antonieta de Barros. Possui diversas condecorações na área de literatura e poesia. É verbete em enciclopédias. Participa de diversas antologias.

RECORDAÇÕES
Eu recordo da capela amarela,
Onde fiz a primeira comunhão,
De todas construções era a mais bela,
Cantada com amor no meu rincão.

Que saudades do padre bonachão
A ensinar o evangelho à luz de vela,
Dos cochilos no banco da capela,
Dos te-deuns e da santa confissão.

De balandrau, acompanhando a santinha,
Eu seguia a procissão lá na pracinha.
Tudo era fé, fervor, fraternidade.

Tornei-me homem...e a infância tão garrida
Evolou-se na cidade mui querida,
Restando-me a dor acre da saudade.
Fonte: Antologia Sinfonia Poética e Prosa..., ASAJOL, 2001]

Poemas & Poesias

Voltar