Laércio Caldeira de Andrada

 
 
Catarinense, natural de Desterro. Filho do coronel Felisberto Caldeira de Andrada, herói da Guerra do Paraguai. Fez os preparatórios do Ginásio Catarinense. Telegrafista de 1ª. Classe. Fez parte da Igreja presbiteriana. Um dos belos talentos da moderna geração catarinense, sendo suas produções muito apreciadas. Foi o fundador do Centro Cívico e Literário. Colaborou proficuamente na imprensa da capital do estado e do Rio de Janeiro. Formado em Direito. Casou-se e teve descendência. Publicou: Introdução à história do comércio catarinense(1500-1808), Fpolis, Livraria Cisne, 1920; Monografia do município de São José. Realizou várias conferências. Publicou ainda: A Igreja dos fiéis(Coligny no feudo de Willegagn). Nasceu a 26 de junho de 1818. Foi professor do colégio Plínio Leite e lente da Faculdade de Direito de Niterói. “Lembrança da Conferência Estadual do Ensino primário (moção), artigo d´O Estado e discurso dele, edição íntima promovida por um grupo de amigos do autor, 20 páginas. Tipografia Moderna de Pascoal Simone & com Florianópolis. “Voluntários da Pátria”, na Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e, também, “Os primeiros dias do telégrafo em Santa Catarina” e “A coluna comemorativa”. Fonte: Subsídios para a Enciclopédia Catarinense 1915-1936, de Lucas Alexandre Boiteux.

Poemas & Poesias

Voltar