Miguel J. Malty

 
Nasceu em São José, SC. Bacharel em Ciências e Letras, Teologia e Comunicação. Autor de várias obras. Fundador do Jornal Folha do Povo no ABC da Grande São Paulo e criador da revista infantil Nosso Amiguinho. Membro da ASAJOL, na cadeira n. 28 cujo patrono é Othon Gama D´Eça. Fundou e dirigiu por 17 anos a revista mensal Panorama, em Santo André, SP. Pertence a várias Academias e outras instituições congêneres. Edita o alternativo Estro, de circulação nacional.


Poemas & Poesias

+ Insólito Viajor

— Viajor das nuvens altaneiras
que acolchoam as lúcidas moradas
das estrelas nas frígidas fronteiras
por luzes mil no céu iluminadas...

— Sonhador de mensagens conselheiras,
perdidas nas longínquas alvoradas,
transformadas em vozes mensageiras...
por que dessas insólitas jornadas?

— Companheiros, ouvi o canto meu!
Meu ser, na inspiração de que me valho,
anseia e sonha o prometido Céu.

Para libar o refrescante orvalho
dos célicos vergéis transpõe o véu
buscando o lar do tépido agasalho.


+ Visão Ilusória

Sonhei, minha querida, um sonho lindo,
um sonho raro, um sonho encantador:
- Transbordante em sorrisos vinhas vindo
para o belo festim do nosso amor.

E no sonho te vi, depois, fugindo,
deixando-me sozinho, sem calor...
Sonhos, sonhos, sem fim se diluindo,
na ausência do meu Sonho sedutor.

Quão bom, quanto melhor, a minha querida,
eu nunca te sonhasse em minha vida,
aguardando florir a Primavera.

No encantado jardim do meu deserto,
essa flor que eu sonhei ver tão de perto,
foi visão ilusória de Quimera.
Fonte: Antologia Sinfonia Poética e Prosa..., ASAJOL, 2001

Voltar