Carlos Piccoli

 
 
Nasceu em São Carlos, SC. Cursou Economia na PUC de Porto Alegre e Especialização em Mercado de Capitais e Entrepostos Aduaneiros. Foi Assessor do Vice-governador de SC de 1991 a 1993 e Assessor do Governador de SC em 1994. Autor dos Livros: “Setúrias Profecias da Alma” e “Um Novo Olhar” – 4ª Edição. Participante das Antologias do Grupo de Poetas Livres de Florianópolis e da Revista Semestral “Ventos do Sul” do mesmo grupo, e da Revista “O Prumo” de Florianópolis. Colaborador do Jornal “A Ponte” do RS e do Jornal “O Polo Foz” de São Carlos-SC.

Poemas & Poesias

+ CHAVES

A chave fecha minha casa
A chave tranca meu carro
Em chaves eu me amarro
Em chaves de casa à Nasa
Dependo com toda a certeza
Mesmo não me dando conta
Dela dependo de ponta a ponta
Como levado por correnteza
Não encontro outro meio
Quero independer de minhas chaves
Seguirei outros rumos, talvez em naves
Encontrar um mundo em que não haja chaves
E em paz viver, sem medo, colhendo o que semeio.

CARLOS PICCOLI

+ DROGA

Subliminarmente induzida
Por certas mídias inconsequentes
De bondades aparentes
Transviando inocentes
De energias trazidas
Da juventude em geral
Que desconhece o mal
Caindo em armadilhas programadas
De quem conhece sentimentos
De frustrados, mal-amados
Buscando na droga conforto
Que só atende seus negociantes
Tornando o usuário infeliz
Nunca mais feliz como antes.

? Nota:

Somente proibir as drogas,
Ao invés de divulgar seus efeitos maléficos
Irreversíveis como a psicose,
Só aguça a curiosidade e incentiva sua
Experiência, desde Adão e Eva.
A quem interessa?
Geopolítica responde.










+ FORMAS DE VIVER

Vivendo para servir
Ignorarás o sofrer
Viver por viver, não irá existir
No servir, o permanente prazer

É no vivendo para servir,
Que serás servido no envelhecer
Estarás semeando para o porvir,
Para colher, no próximo renascer.


+ FORMAS DE VIVER


Vivendo para servir
ignorarás o sofrer
Viver por viver, não irá existir
No servir, o permanente prazer

É no vivendo para servir,
que serás servido no envelhecer
Estarás semeando para o porvir,
para colher, no próximo renascer.

+ HORIZONTE

Onde quer que habites,
Onde quer que estejas,
Sempre terás teus limites
Nos horizontes em que te vejas.

Se nas tuas condições te contentares,
Pensa também em progredir
Contentando-te contigo, bem vais estar,
Progredindo, teu horizonte também irá subir.

Se quiseres olhar acima de tua capacidade,
Não contente com teu aquinhoado,
Trarás à tua vida infelicidade
Em futuro incerto e angustiado.

Se permaneceres em teu horizonte,
Compartilhando-o com teu semelhante,
Poderás ir preparando tua ponte
Pra com boas instruções seguir adiante.

Sendo o céu nosso limite,
Sempre teremos o que aprender
Boas palestras, leituras, companhias... Comunica-te...
Elevando teu horizonte, engrandecendo teu ser.







+ QUEM DIRIA

Que um dia
Minha vida mudaria
Pois encontrei
A mulher que procurei

Não tão bela
Mas era ela
Prestativa, educada
A todas bem dada

Não perdia seu tempo
Trabalhava sem contratempo
Nos ofícios prendada
Nos estudos preparada

Obediente na educação
Compreensiva nas situações
Carinhosa no tratar
Ideal para se amar

Quem diria
Era a Maria
A escolhida
Para seguir minha vida

Pois só beleza
“Não completa a mesa”
Tenho agora que pensar
Com quem a vida toda vou passar

Companhia para dialogar
Companhia para amar
Educadora para filhos ensinar
Entusiasta para me alegrar.


Voltar