Alfredo de Escragnolle Taunay

 
 
Nasceu no Rio de Janeiro a 22 de março de 1843, filho do Comendador Felix Emilio Taunay e de D.Gabriela de Escragnolle Taunay. Bacharel em Letras pelo Colégio D. Pedro II, cursou a Escola Central(Politécnica), recebendo o título de bacharel em Ciências Físicas e Matemática e o de Engenheiro Geógrafo.

Assentou praça no Exército a 17 de janeiro de 1861; Alferes aluno a 14 de março de 1862; 2º.Tenente a 29 de julho de 1864; 1º. Tenente a 1º. de junho de 1867;Capitão a 4 de agosto de 1869, contando antiguidade de 18 de janeiro de 1868; Major, por merecimento, a 22 de junho de 1875.

Presidiu a província de Santa Catarina de 7 de junho de 1876 a 2 de janeiro de 1877. Foi lente da Escola Militar, Deputado à Assembléia Legislativa, Senador por Santa Catarina. Presidiu a província do Paraná. Escritor emérito e músico inspirado. Fez com distinção a campanha do Paraguai, tendo tomado parte na terrível retirada da Laguna, episódio que descreveu magistralmente. Deixou muitos trabalhos literários. Destacaremos, por interessarem o nosso Estado, os seguintes: As Caldas da Imperatriz – águas termais da província de Santa Catarina(Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, vol. 42, pág. 39, 1877); Céus e terras do Brazil; Curiosidades naturais do Paraná e excursão ao rio Iguassu; Relatório com que o Exmo.Sr.Dr.Herminio do Espírito Santo, passou a administração da província de Santa Catarina(Desterro, Tip.Lopes,1877,96 páginas); Discurso sobre a barra da Laguna e a Estrada de ferro Pedro I.

O Major Taunay faleceu no Rio de Janeiro a 25 de janeiro de 1899.

[Fonte: Subsídios para a Enciclopédia Catarinense 1915-1936, de Lucas Alexandre Boiteux. Em fichas. Inédito. Acervo do IHGSC].

Poemas & Poesias

Voltar