Vera \Portella

 
 
Nasceu em Venancio Aires ,no Rio Grande do Sul.
Dia 03/12/1958.
Apaixonada por Poesia desde a infancia.
Dedicou-se ao Serviço Social .
Na secretaria do Bem Estar Social e Saúde em Charqueadas ,RS.,
assumiu duas coordenaroria, durante tres administrações seguidas,
somente interrompendo esse trabalho, quando em ferias apaixonou-se pela Lagoa da Conceição aqui em Florianópolis e criou raizes.
Hoje, além de administrar seu próprio emprendimento , dedica seu tempo escrevendo ,possui um blog de poesia,(Meu Céu da Felicidade)



Poemas & Poesias

+ MOMENTOS


Naquela noite olhava as estrelas
e as via como flores
radiosas no paraíso.
Estava sonhando, te vendo
e sentindo o teu cheiro e o teu carinho.
Meu coração palpitava pelas emoções
que poderia viver,arrebatada por sonhos.
Minha alma estava embriagada sob a inspiração
de velhas lembranças. Cheguei ao quarto e preparei o com
lençóis macios, pétalas de flores pelo chão
e perfume. Acendi uma luz cintilante
Minha lingerie branca de cetim
ficou resplandescente.
Em meu braços conhecestes o amor, enchi tua
solidão com minha assistência incessante
foi presente em nós o júbilo da cumplicidade
e do prazer. E quando tombando sob arremetidos desfalecimentos
com minhas mãos delicadas o acariciei com emoção
do meu coração.
Sou teu porto amigo,seu refrigero, a tua estrela.
Sagrada emoção em êxtase de ventura.

+ SENSIBILIDADE

O poema desabrocha em meu coração,
como pétalas de flores,
como o cintilar de estrelas,
como o canto dos pássaros,
aroma do bosque, barulho da fonte,
azul do céu, mares e brisas,
como a suavidade do cisne,
tudo com sua mística magia.
Desabrocha, ao correr durante a noite,
feliz e saltitante,
atrás de vaga-lumes luzentes.-
Pendões floridos dominam o macegal,
enquanto aves de plumas multicores,
tira-me o folego de tanto entusiasmo.
A nuvem andando no céu,a lua pálida,
a grama bebendo o orvalho...
Apuro meu ouvido no silencio
e ouço até mesmo, o barulho da folha que cai
e o soluço sufocado do galho que a perdeu...
Sensibilidade...

Voltar